Pitaco de leitura #1: Dois Irmãos

doisConheci Dois Irmãos quando prestei vestibular pra Jornalismo. Lá no comecinho dos anos 2000. Naquela época, sem SISU, o processo seletivo pra minha universidade trazia uma lista extensa de leituras pra prova de Literatura. Dois Irmãos, de Milton Hatoum estava lá. Eu, muito adolescente e muito ocupada, passei os olhos num resumão e corri pro vestibular. Não li o livro e, volta e meia me pegava naquela “mea culpa” de que, no fim das contas, seria melhor se eu tivesse tirado um tempinho a mais pra ele.

No final de 2015, de malas prontas com meu noivo para a Comic Con XP, descobri que a obra seria adaptada por dois caras cujo trabalho eu tinha aprendido a curtir muito, os quadrinistas Fábio Moon e Gabriel Bá.

A torcida é que eles estivessem por lá pra gente poder comprar o livro e, quem sabe, seria muito legal que eles pudessem deixar um autógrafo pra gente. Não só conseguimos o autógrafo, como conversamos, tiramos fotos e descobrimos dois caras super simples e bacanas.

evedan

Dois Irmãos – Acho que a primeira reação quando soube que Moon e Bá tinham feito a adaptação foi pensar: “Que bacana! Irmãos gêmeos falando sobre a história de dois irmãos gêmeos!” kkkkkk sério.

Mas foi rápido perceber que a obra de Hatoum era repleta de particularidades e que isso tornaria a adaptação para os quadrinhos muito mais rica.

Os irmãos Yaqub e Halim são filhos de um casal de imigrantes libaneses e, desde o nascimento, ao contrário do que se espera de gêmeos, representam a total falta de sintonia. São noite e dia, literalmente. Mostram, ainda na infância, um  grande estranhamento entre os dois e, ao decorrer da vida, traçam caminhos totalmente diferentes, encontrando-se em pontos-chave da narrativa.

11010539_916307995066845_147548791572262080_n

Outro fato interessante é que a história se passa longe do eixo Rio-São Paulo. Moon e Bá tomaram o cuidado de descrever Manaus em minúcias por meio dos seus desenhos.  A história, que começa com os irmãos ainda bebês e corre através dos anos, conta também sobre o desenvolvimento da família e de tudo que corre em torno desse ambiente, mostrando, em certo ponto, a decadência de Manaus como um centro cultural. Além disso, ele traz como pano de fundo partes importantes da História Brasileira, como a Ditadura Militar, mantendo o ritmo da narrativa e mostrando a passagem do tempo.

moonbaA adaptação de Dois Irmãos para os quadrinhos foi um trabalho que levou 4 anos para ser finalizado e ganhou um Prêmio Eisner, considerado um Oscar dos quadrinhos na categoria “melhor adaptação de outro meio”. Moon e Bá já tinham levado o prêmio em 2011 por Daytripper, uma das melhores leituras que fiz em minha vida. Simplesmente incrível.

Agora, no início de 2017, Dois Irmãos vai ganhar mais uma adaptação, dessa vez para a TV. O livro se transformará em uma minissérie de 10 capítulos, com direção artística de Luiz Fernando Carvalho. No elenco, as figurinhas sempre carimbadas da Globo, Cauã Reymond, Antonio Calloni, Antonio Fagundes, Eliane Giardini e Juliana Paes.

Bora esperar pra ver, né?

por Evelise Couto

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s